A ascensão do ensino à distância

No Brasil, já são mais de 2 milhões e 600 mil alunos matriculados em cursos online

O que até bem pouco tempo era tido como o ‘patinho feio’ da área educacional vem mostrando fôlego para competir. O ensino à distância (EAD), ou e-learning, vem atraindo cada vez mais adeptos no país.

Para se ter uma ideia, o número de alunos matriculados em cursos de graduação cresceu 158 vezes de 2002 a 2009 chegando bem próximo a marca de 1 milhão no final do ano passado.

E o principal motivo que leva a tanta procura por essa modalidade de ensino é a otimização do tempo. No dia a dia corrido, fica difícil se locomover e estar presente em salas de aula e cumprir jornadas exaustivas de estudo.

Outra questão importante para a escolha do EAD é a relação custo-benefício, já que esse tipo de curso costuma custar menos que o presencial, além de oferecer disponibilidade de informações 24 horas e permitir a interação entre alunos e tutores.

Muitas empresas vêm utilizando com sucesso o e-learning para a realização de cursos e treinamento dirigido para seus funcionários. Esse tipo de ‘educação corporativa’ vem suprir a necessidade das corporações, agilizando processos e poupando recursos com passagens, hospedagens e com locação de espaços.

Dessa forma, os sistemas de ensino à distância aproveitam a velocidade da internet e revolucionam a forma de se adquirir conhecimento, seja ele específico ou genérico.

Os custos com a implantação de sistemas de EAD são, em geral, bem menores do que o de instalações físicas, que requerem custeio de água, luz, aluguéis, entre outros.

Atualmente, o sistema de e-learning é um ótimo investimento com retorno garantido para empresas e instituições de ensino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *